Porque é que o hálito do meu cão cheira a peixe?

(leitura de 3 minutos)

Resumo: Neste artigo, vamos descobrir porque é que o hálito do seu cão cheira a peixe. Desde a dieta à higiene oral, aprenda a evitar o mau hálito.

Vários donos de cães sentem este odor peculiar. Eis algumas causas comuns.

O que provoca o mau hálito nos cães?

Há várias razões para o hálito do seu cão cheirar a peixe. Analisemos as principais causas:

Dieta

O mau hálito do seu cão pode dever-se, simplesmente, ao facto de ter comido peixe.

A comida que dá ao seu cão tem um papel fundamental no hálito. Certos tipos de alimentos – especialmente as rações à base de peixe ou as dietas altamente proteicas – podem causar um odor desagrável na boca (ou mesmo no traseiro) do seu cão!

Se o seu cão tem uma dieta rica em peixe, ou se lhe dá suplementos de peixe (incluindo óleo de peixe), então essa pode ser a causa do mau hálito.

Glândulas anais

As glândulas anais dos cães podem provocar um odor MUITO forte…

Se o seu cão arrasta o rabo no chão ou lambe excessivamente o traseiro, o cheiro a peixe pode ser proveniente das glândulas anais e, nesse caso, o seu patudo terá de ser examinado pelo veterinário.

Problemas digestivos

Os cães com problemas gastrointestinais – como refluxo ácido ou perturbações gástricas – também podem ter hálito a peixe. A causa está nos ácidos estomacais que surgem durante os episódios de refluxo e que podem causar um odor desagradável na boca do seu cão.

Problemas dentários

À semelhança dos humanos, uma má higiene oral pode levar a problemas dentários nos cães. As bactérias na boca do cão podem produzir compostos de enxofre que libertam um cheiro a peixe – que nojo!

Se o hálito do seu cão cheira a peixe, também pode ser sinal de um problema dentário que requer a atenção do veterinário.

Quando é que se deve preocupar com o mau hálito do seu cão?

Embora um episódio ocasional de mau hálito possa não ser motivo de preocupação (especialmente se a dieta for rica em peixe), um mau hálito persistente pode ser sinal de um problema subjacente que requer atenção.

Se o hálito do seu cão cheira constantemente a peixe, é essencial que consulte o seu veterinário para uma avaliação completa. Ignorar o problema pode levar a mais complicações e desconforto para o seu amigo peludo. Se o hálito do seu cão cheira fortemente a peixe e é acompanhado por outros sinais (como vómitos, fezes moles, perda de peso, letargia ou alterações no apetite ou na ingestão de água), é crucial procurar imediatamente assistência veterinária.

Como evitar que o hálito do seu cão cheire a peixe?

A boa notícia é que temos algumas dicas e truques para manter o hálito do seu cão sempre fresco:

Boa rotina oral

Manter uma boa rotina de higiene oral é essencial para evitar o mau hálito nos cães! Certifique-se de que escova os dentes do seu cão regularmente, utilizando uma pasta e uma escova de dentes específicas para cães.

No entanto, se o seu cão detesta que lhe escovem os dentes, existem alternativas… pastilhas dentárias, brinquedos, ou elixires dentários específicos para cães, que podem ajudar a limpar os dentes e as gengivas.

E não se esqueça das limpezas dentárias regulares efetuadas pelo veterinário para ajudar a manter o hálito do seu cão fresco e saudável.

Tratamento das glândulas anais

Se as glândulas anais do seu cão são as culpadas pelo cheiro a peixe, pode ser necessário que o seu veterinário ou um profissional qualificado faça uma limpeza regular das glândulas. A limpeza regular das glândulas anais pode ajudar a evitar mais impactações.

Dica: A menos que tenha sido ensinado por um profissional, evite limpar as glândulas anais por si próprio, uma vez que técnicas incorretas podem causar mais complicações

Reforço da saúde intestinal

Cuidar da saúde intestinal do seu cão também pode ajudar a melhorar o hálito. Alimente o seu cachorro com uma dieta equilibrada, forneça água limpa e evite restos ou alimentos feitos para humanos que possam perturbar o seu estômago.

Pode até tentar adicionar um probiótico para cães à sua rotina diária para apoiar ainda mais a saúde intestinal. Se o seu cão tiver episódios frequentes de perturbações gástricas ou de refluxo ácido, consulte o seu veterinário para um tratamento adequado.

Oferta permanente de água fresca

Algo tão simples como garantir que o seu cão tem sempre acesso a água limpa e fresca pode ser a resposta para o mau hálito do seu cão.

Manter-se hidratado pode ajudar a eliminar bactérias ou compostos causadores de odores na boca. Também pode adicionar um elixir dentário para cães à água do seu companheiro canino, que é especificamente formulado para refrescar o hálito do seu cão.

Consulta no veterinário

Como mencionado acima, as visitas regulares ao veterinário, para exames de saúde e limpezas dentárias, podem ajudar a identificar e resolver problemas de saúde subjacentes que possam estar a fazer com que o hálito do seu cão cheire a peixe.

O seu veterinário pode efetuar limpezas dentárias profissionais, recomendar produtos de cuidados dentários adequados e verificar se existem sinais de problemas de saúde sistémicos que possam afetar o hálito do seu cão.
Como mencionado acima, as visitas regulares ao veterinário, para exames de saúde e limpezas dentárias, podem ajudar a identificar e resolver problemas de saúde subjacentes que possam estar a fazer com que o hálito do seu cão cheire a peixe.

O seu veterinário pode efetuar limpezas dentárias profissionais, recomendar produtos de cuidados dentários adequados e verificar se existem sinais de problemas de saúde sistémicos que possam afetar o hálito do seu cão.

Conclusão

Se o hálito do seu cão cheira a peixe, é importante identificar a causa subjacente e tomar as medidas adequadas para a resolver.

Problemas dentários, alimentação, problemas gastrointestinais e problemas nas glândulas anais são causas comuns de mau hálito nos cães, mas este também pode ser sinal de um problema de saúde subjacente.

Cuidados dentários regulares, uma dieta equilibrada, a manutenção da saúde intestinal, check-ups veterinários regulares e cuidados adequados com a glândula anal podem ajudá-lo a evitar o hálito de peixe no seu cão.

E lembre-se: o hálito do seu cão pode não cheirar sempre a menta fresca, mas não deve ter um odor forte e persistente a peixe.

Manter-se atento (ou cheirar!) o hálito do seu cão e tomar as medidas adequadas para manter a sua saúde oral e geral vai garantir que pode desfrutar de mimos e beijos caninos do seu patudo sem ser presenteado com um cheiro desagradável.

Agradecemos a leitura! <3